sábado, 27 de agosto de 2011

Por que os Portugueses vieram para o Brasil

Fazendo uma breve inspeção em um mapa ou globo terrestre, constatamos que Portugal tem alguns aspectos geográficos que o tornam e realmente tornaram candidato a procurar mais espaço territorial.

Condição geográfica


  • Sua situação é semelhante, guardadas as devidas proporções, à de Israel, ou seja, uma terra "espremida" entre uma grande nação - a Espanha - e uma grande quantidade de água salgada - o oceano Atlântico. Israel também está espremido entre uma grande nação (não estamos falando de países) árabe fortemente enraizada na religião muçulmana e o Mar Mediterrâneo;
  • Proximidade da África, com consequente influência moura à época das grandes navegações, produzindo um tipo físico misturado e preparado para a mistura racial que iria praticar em suas colônias;


No caso de Portugal, esta condição geográfica se somou a outros fatores e gerou o lançamento de Portugal à aventura de conquista de outros territórios além mar. No caso de Israel, lançou esta teimosa nação às conquistas tecnológicas, à excelência no preparo de um exército, à quase perfeição no aproveitamento da água e a uma educação primorosa focada na contínua busca pelas tecnologias de ponta.

O caráter do Português

Novamente a situação geográfica explica um passado cultural que, segundo o livro de Gilberto Freire - Casa Grande e Senzala - fazia o Português oscilar entre a Europa e a África, tendo nas veias um sangue híbrido de mouro, brano e negro. Isto lhe dava alguns característicos, segundo Ferraz de Macedo:


  • Comportamento violento;
  • Gosto por piadas de fundo erótico;
  • Brio, franqueza e lealdade;
  • Pouca iniciativa individual;
  • Patriotismo vibrante (basta ver a letra do hino nacional Brasileiro);
  • Imprevidência (desleixo, descuido);
  • Inteligência;
  • Fatalismo;
  • Aptidão para imitar;


Destes traços de caráter, o comportamento violento, o brio, o patriotismo e a inteligência ajudaram na difícil tarefa de colonizar uma terra já ocupada. Por vezes, um pouco de violência é necessário para se levar a cabo tão grande empreendimento.

Situação de paz

O caráter do português, apesar de violento em certo aspecto, não o fazia belicoso. Ao se estabelecer nas colônias portuguesas, perceberemos o forte caráter religioso e familiar do Português. Já os ingleses, franceses, prussianos e alemães, entre outros povos europeus, pelas suas origens bárbaras, sem sofrer a influência de outros povos, como foi o caso dos Portugueses em relação aos mouros, desenvolveram, ou solidificaram uma tendência ao nacionalismo e expansionismo, como vamos observar em relação ao colonialismo na África mais tarde na história.

Como a beligerância e o armamentismo são consumidores vorazes de capital, ao não fazê-lo, Portugal garantiu uma reserva capaz de financiar o seu grande empreendimento colonial.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário